Músicas Mais Tocadas do Armandinho 2020

0

Link Patrocinado

Músicas Mais Tocadas do Armandinho 2020

Armando Antônio Silveira da Silveira (Porto Alegre, 22 de janeiro de 1970), mais conhecido pelo seu nome artístico Armandinho, é um cantor e compositor brasileiro de reggae e pop.

Seu primeiro álbum de estúdio, Armandinho, foi lançado em 2002 e recebeu o disco de ouro pela venda superior a 100 mil cópias. No início de 2003, o cantor participou pela primeira vez do festival Planeta Atlântida. Em 2004, lançou seu segundo álbum, Casinha, trazendo o grande sucesso “Desenho de Deus”. O ano de 2006, é marcado pelo lançamento de seu primeiro CD e DVD ao vivo, intitulado Armandinho: Ao Vivo, seu primeiro trabalho pela gravadora Universal Music. O disco conta com a versão ao vivo da música “Desenho de Deus”, que tornou-se uma das músicas mais tocadas pelas rádios brasileiras naquele ano, levando o artista a obter reconhecimento nacional. Em 2007, seu terceiro álbum de estúdio, Semente, foi lançado. Em 2009, Armandinho deixou a Universal Music e, através de seu recém-criado selo, a Alba Music, lançou um CD com produção totalmente independente intitulado Armandinho – Vol. 5. Durante o ano de 2011 Armandinho fez shows no Brasil, estados Unidos, Uruguai, Peru e Argentina, o que resultou na gravação do DVD Armandinho: Ao Vivo em Buenos Aires, lançado em dezembro de 2012 em vários países da América Latina. Ainda em 2012, Armandinho lançou o single “Sol Loiro” e em 2013 “A Ilha”, ambas fazendo grande sucesso nas rádios. Ainda em 2013, o álbum Sol Loiro foi lançado no Brasil, Uruguai, Argentina e Portugal, acompanhado de uma turnê com shows lotados. Em julho de 2015, Armandinho lançou nas rádios e na internet a música “Qual que é? (Um tempo pra sonhar)”.

Algumas de suas canções de sucesso são: “Desenho de Deus”, “Semente”, “Analua”, “Ursinho de Dormir”, “Outra noite que se vai”, “Sol Loiro” e “A Ilha”. Atualmente Armandinho mora na Praia Brava, em Itajaí, onde é conhecido e muito querido pelos moradores. O cantor e compositor também é surfista, o que segundo ele é um dos motivos que o fizeram morar no litoral e não nos grandes centros.

Categoria: Reggae
Canal no Youtube: Armandinho

Biografia
Infância e adolescência
Nascido de pais gaúchos, Armandinho desde criança ouviu de tudo um pouco. O pai, com quem conviveu pouco, tocava Música Popular Brasileira no violão e cantava. Sua mãe costumava comprar um disco de MPB e Rock por mês e foi sua grande incentivadora.

“ Foi minha mãe quem me colocou na aula de violão, aos 8 anos. Devo muito a ela por ter me proporcionado coisas úteis, não coisas fúteis. ”
Com a avó, aprendeu a gostar dos artistas populares dos programas da Rádio Farroupilha. O padrasto, um gauchão bem tradicional, ouvia música regional, incluindo os argentinos Mercedes Sosa e Atahualpa Yupanqui.

A música sempre serviu como terapia para a sua fala, já que ele era muito gago. No colégio, quando tinha que ler um texto, logo começava a gaguejar. Daí toda a turma sempre ria, levando a situação a ficar bem traumática para ele. No entanto, Armandinho descobriu que quando cantava não gaguejava. Então começou a ler os textos cantando e acabou virando uma atração na sala.

Sua relação com o surfe começou muito cedo e aos 11 anos ia surfar na praia de Tramandaí, no Rio Grande do Sul. Armandinho morava em Porto Alegre que, apesar de não ter praia, é uma cidade que tem muitos surfistas. A praia mais próxima fica a 100 km e o acesso é fácil. Naquela época o surfe teve uma “explosão” e as pessoas de seu colégio também começaram a praticar o esporte. Nas férias de colégio, no verão, sua família costumava viajar para Santa Catarina.

Em 1985, formou com colegas sua primeira banda, ainda em tempos de estudante. Aos 12 anos de idade Armandinho já compunha, sendo que a primeira canção de sua autoria a estourar nas rádios anos depois, “Sexo Na Caranga”, foi escrita nessa época. Teve a ‘fase Beatles’, a ‘fase Rolling Stones’ e uma idolatria por Elvis Presley que lhe rendeu o primeiro e doloroso contato com a morte:

“ Me lembro quando o Cid Moreira anunciou a morte do Elvis no Jornal Nacional. Eu tinha sete anos e foi um choque pra mim! ”
Na adolescência começou a andar com uma turma mais velha e acabava matando aula para ir à praia. Saía depois do almoço para “pegar onda” em Tramandaí e só voltava para casa no final da tarde.

No ano de 1994 entrou na banda de rock TNT, através do amigo e músico Charles Master. Porém a banda se desfez no mesmo ano, não influenciando muito na carreira de Armandinho.

Começo

Porto Alegre, onde nasceu e cresceu Armandinho
Foi na MPB e nos “bares da vida” que Armandinho moldou seu caminho, mas o divisor de águas entre a noite e o sucesso radiofônico aconteceu em 2001, quando uma fita cassete com dez canções foi entregue ao diretor da Rede Atlântida (braço do Grupo RBS, da qual o selo Orbeat Music também faz parte), que gostou do que ouviu e pediu para levar uma música da fita para a programação da rádio. A música em questão era “Folha de Bananeira” que ficou entre as quatro mais pedidas da Rádio Atlântida e em qualquer lugar do Rio Grande do Sul onde foi tocada. O refrão, “Fuma, fuma, fuma, folha de bananeira. Fuma na boa, só de brincadeira”, ficou na mente de muitas pessoas devido a tamanha repercussão que a canção teve. Em seguida, outra música, “Rosa Norte”, também fez grande sucesso na programação da rádio.

Carreira profissional
Em 2002, gravou praticamente às pressas seu primeiro álbum de estúdio, Armandinho, pela Orbeat Music. Balanço da Rede abre o trabalho, com forte ênfase na “pegada” reggae. Sucessos como Ursinho de Dormir, Reggae das Tramanda”, Sentimento e Outra Noite que se Vai fazem parte do CD. Seu segundo disco, Casinha, foi lançado em 2004. O álbum trouxe pela primeira vez o grande sucesso “Desenho de Deus”, além de uma regravação da canção O Leãozinho, de Caetano Veloso.

Em 2006, Armandinho assinou contrato com a Universal Music e lançou Armandinho: Ao Vivo, trabalho que o fez conhecido no Brasil inteiro. Gravado na cidade de Balneário Camboriú, o CD/DVD traz todos os hits de Armandinho até então. Em 2007, o cantor lança o quarto disco de sua carreira, Semente, nome da primeira música de trabalho do novo CD. Em 2008 a gravadora e o cantor resolveram inovar e lançaram o maxi single Madeira, um EP digital com quatro novas músicas por preço acessível.

Depois de deixar a gravadora, Armandinho lançou em 2009 seu quarto álbum de estúdio, Armandinho Vol.5. Nesse trabalho o músico decidiu fugir um pouco do estilo pop-romântico, rótulo que ele temia cair por conta do hit Desenho de Deus. Armandinho Vol.5 possui composições que ganhariam espaço definitivo em seus shows, tais como Amor de Primavera e Desejos do Mar. O álbum conta ainda com uma versão para a música Como Dois Animais, de Alceu Valença. Sem ter deixado o reggae e o romantismo de lado, o músico revelou algumas de suas influências roqueiras em riffs e pormenores de guitarras gravadas todas por ele mesmo.

“ Como fiquei responsável por todas as guitarras, deixei meu lado rock falar um pouco mais alto. Sempre ouvi muito Black Sabbath, The Clash, Jimi Hendrix, Sublime. Gosto muito do Tom Morello (Rage Against The Machine) também. ”
Após uma bem sucedida turnê no Brasil, Estados Unidos, Uruguai e Peru, Armandinho escolhe a Argentina para a gravação de seu novo DVD intitulado Armandinho: Ao Vivo em Buenos Aires. O material é composto por imagens dos dois shows que o artista fez no Groove de Palermo, localizado na capital Argentina, e foi lançado em dezembro de 2012 em vários países da América Latina. O ano de 2012 ainda viu o lançamento do single Sol Loiro na internet e nas rádios. No final de 2013, Armandinho lançou o single A Ilha, outro grande sucesso nas rádios.

Ainda em 2013, o álbum Sol Loiro foi lançado simultaneamente no Brasil, Uruguai, Argentina e Portugal, rendendo uma turnê com shows lotados e sendo muito bem recebido pelos fãs. Em julho de 2015, o artista lançou nas rádios e na internet a música Qual que é? (Um tempo pra sonhar).

Em setembro de 2015, a canção Outra Vida foi incluída na trilha sonora da novela das seis, Além do Tempo, da Rede Globo.

No dia 5 de agosto de 2019, o cantor lançou seu terceiro álbum ao vivo, Armandinho: Acústico, em CD e DVD, gravado nos dias 8 e 9 de agosto de 2017 no Teatro do Bourbon Country, em Porto Alegre.

Curiosidade: Armandinho é torcedor do Sport Club Internacional.

Banda
A banda do cantor é composta por ex-integrantes de grupos conhecidos do rock gaúcho, como Engenheiros do Hawaii, Ultramen e Reação em Cadeia.

Lucio Dorfman – Teclados, backing vocal
João “Coiote” Pereira – Violão, backing vocal
Luciano Granja – Guitarra, Violão
Pedro Porto – Baixo
Marcus “Gordo” Lopes – Percussão, backing vocal
Cristiano Bertolucci – Bateria
Renato Batista – Trompete
Discografia
Álbuns de estúdio
Ano Álbum Gravadora
2002 Armandinho Orbeat Music
2004 Casinha Orbeat Music
2007 Semente Universal Music
2009 Armandinho – Vol. 5 Alba Music
2013 Sol Loiro Radar Records
Álbuns ao vivo
Ano Álbum Gravadora
2006 Armandinho: Ao Vivo Universal Music
2012 Armandinho: Ao Vivo em Buenos Aires Alba Music
2019 Armandinho: Acústico Alba Music
Coletâneas
Ano Álbum Gravadora
2012 Armandinho: Acústico 10 Anos Alba Music
Singles
Ano Single Álbum
2001 “Folha de Bananeira” Armandinho
“Rosa Norte”
“Ursinho de Dormir”
2002 “Balanço da Rede”
“Pegando a Saideira”
“Outra Noite que se Vai”
“Sentimento”
2003 “Reggae das Tramanda”
“Pela Cor do Teu Olho”
2004 “Desenho de Deus” Casinha
“Toca uma Reggueira Aí”
“Paulinha”
“Tarde de Sol”
2005 “Pescador”
“Casa do Sol”
“Analua”
“Casinha”
2006 “Lua Cheia”
“Eu Juro”

Armandinho: Ao Vivo
2007 “Semente” Semente
2008 “Morena Nativa”
“Oh, Lua”
2009 “Amor de Primavera” Armandinho – Vol. 5
2010 “Fio de Cabelo”
“Tá Todo Mundo Aí”
2012 “Sol Loiro” Sol Loiro
2013 “A Ilha”
2014 “Ainda Gosto de Você”
“Trilha do Sol”
2015 “Qual Que É? (Um Tempo Pra Sonhar)”
2016 “Eu Sou do Mar”
“Menina do Verão” (part. Bebeto)
2019 “Desses Olhos” Armandinho: Acústico
Participações especiais
2014 – Participação na faixa “Deixa Ser”, do álbum #MenteAberta, da banda Seu Cuca.
2016 – Participação na Praia Do Rosa/SC com Rafael Schivitz Zago
Videografia
DVDs
(2006) Armandinho: Ao Vivo
(2012) Armandinho: Ao Vivo em Buenos Aires
(2019) Armandinho: Acústico
Prêmios e indicações
Prêmio Açorianos
Ano Categoria Indicação Resultado
2002 Compositor de Pop/Rock Armandinho Indicado
Intérprete de Pop/Rock Armandinho Indicado
2005 Compositor de Pop Armandinho Indicado
Disco de Pop Casinha Indicado

Músicas Mais Tocadas do Armandinho 2020

Redes Sociais Armandinho

Serviços de Streaming Armandinho


Patrocinado



Comentários estão bloqueados